Matriz de Kraljic aplicada a projetos de engenharia: saiba utilizar essa ferramenta

jun 27, 2018

IBEC

Dicas, Engenharia

0

Matriz de Kraljic aplicada a projetos de engenharia: saiba utilizar essa ferramenta

Todo projeto de engenharia tem grandes compras a serem efetuadas, se diferenciando em inúmeros fatores, como peso, formatos, preço, formas de armazenamento, entre outros. Obviamente, é preciso ter uma gestão efetiva desse processo, que nem sempre é simples de ser realizada. Para otimizá-la, muitos profissionais utilizam a Matriz de Kraljic.

Esse artifício visa obter o produto certo, na quantidade exata, comprando do melhor fornecedor, com preço mais vantajoso e com a entrega no local adequado. Essa ferramenta baseia-se na priorização de produtos e serviços de acordo com fatores internos e externos.

Os internos se relacionam com a criticidade do item, com os valores financeiros e com o impacto nos negócios. Os externos se dão pela complexidade de aquisição e a existência de muitos ou poucos fornecedores no mercado.

Ficou interessado? Então, continue a leitura deste artigo e veja como a Matriz de Kraljic pode ser aplicada a um projeto de engenharia. Não perca essa oportunidade e saiba utilizar essa ferramenta.

O que é a Matriz de Kraljic?

A Matriz de Kraljic é responsável pela identificação e pelo mapeamento de itens críticos, estratégicos, alavancáveis e não críticos de um projeto. Os itens críticos são aqueles de pequenas quantidades, mas difíceis de serem encontrados no mercado.

Os itens estratégicos são os de alto valor agregado e que necessitam de grandes quantidades. Os alavancáveis são os de fácil aquisição, independentemente da quantidade, uma vez que seus fornecedores são de qualidade. Por fim, os não críticos são de pequenas quantidades e que são facilmente encontrados, não trazendo nenhum risco de fornecimento.

Sendo assim, os principais problemas estão relacionados com os itens estratégicos e críticos. Para tanto, a Matriz de Kraljic classifica-os em dois grupos: impacto financeiro e risco de abastecimento. Essas duas classificações têm por objetivo refletir a vulnerabilidade do comprador em relação ao vendedor:

  • impacto financeiro (impacto sobre o resultado ou sobre o lucro) — se dá pela importância do insumo no resultado financeiro do empreendimento, ou seja, evidencia quanto o comprador depende da manutenção dos preços para atingir as metas de resultado;
  • risco de abastecimento (risco de fornecimento ou incerteza de oferta) — se relaciona com a vulnerabilidade do comprador frente ao vendedor. Busca destacar a dependência do vendedor e sua fragilidade em caso de desabastecimento. Assim, se torna incontestável a complexidade do mercado fornecedor, em termos de barreiras logísticas, reserva de mercado e escassez de produtos.

Como criar uma matriz de Kraljic?

A criação da Matriz de Kraljic pode ser executada por meio de um gráfico com quatro quadrantes, sendo o eixo horizontal responsável pelo risco no fornecimento e o eixo vertical responsável pelos impactos no negócio. Assim, os quadrantes superiores se relacionam com os itens alavancáveis e os itens estratégicos, enquanto os quadrantes inferiores são os itens não críticos e críticos.

É válido afirmar que a parte superior deve-se concentrar os itens mais representativos, em termos de custos, para a empresa. Uma maneira interessante para identificá-los se dá por meio da curva ABC (também chamada por análise de Pareto), na qual os itens de maior importância (itens A e B) se destacam dos demais. Em contrapartida, na parte inferior, devem-se dispor os itens de menor impacto financeiro, que são os itens C e D da curva.

Ao finalizar o mapeamento dos produtos ou serviços, se torna possível definir estratégias de relacionamento, visando eliminar os gargalos e deixar o processo o mais simples possível.

Quais são as estratégias de relacionamento?

A relação entre compradores e fornecedores ainda é predominante nos principais setores da economia, principalmente quando levamos em consideração a necessidade dos compradores adquirirem mais produtos por um preço mais em conta.

Sendo assim, a melhor maneira de garantir o sucesso da relação se dá por meio da gestão de relacionamento com os fornecedores. É preciso buscar um vínculo mútuo, no qual os interesses em comum devem ser levados em consideração.

Hoje em dia, as principais transações são pautadas por relações ganha-ganha, ou seja, relações que são vantajosas para ambos os lados. A ideia de que um lado sempre sai vencedor de uma negociação é ultrapassada.

Como aplicar as estratégias de aquisição?

As estratégias de aquisição podem ser consideradas uma das melhores práticas na gestão de compras. Para aplicá-la, é preciso pôr em prática divisão dos produtos e serviços em categorias, de acordo com critérios previamente definidos. Esse recurso é amplamente utilizado por empresas com grande quantidade de compras e com uma grande diversidade de itens.

Para colocar em prática as estratégias de aquisição, é preciso definir processos, rotinas, responsabilidades das equipes e quais serão os fornecedores participantes do pleito. Essa é uma das maneiras de garantir a melhor gestão dos processos de compras

Como montar o gráfico?

Por fim, mas não menos importante, é preciso entender como montar o gráfico a ser utilizado na Matriz de Kraljic. Após a definição dos principais insumos do projeto e o seu respectivo impacto financeiro e risco de abastecimento, é possível montar um diagrama.

Obviamente, o gráfico é capaz de fornecer uma visão estratégica sobre a necessidade de adquirir suprimentos para a execução das atividades do projeto — por meio de círculos, com diâmetros que sejam proporcionais ao valor, em reais, dos insumos.

Esse tipo de gráfico pode ser gerado por meio de uma planilha eletrônica. Assim, é preciso classificar o impacto e o risco em algumas categorias, mais gerais, como: muito baixo, baixo, médio, alto e muito alto.

Logo após, é preciso aprimorar a classificação, deixando-a nos moldes da Matriz de Kraljic. Por meio desse gráfico, será mais fácil identificar os itens que merecem mais atenção por parte da equipe de compras. Então a aquisição desses produtos ou serviços pode ser priorizada, evitando que maiores problemas possam impactar o cronograma de execução dos serviços.

A Matriz de Kraljic é um recurso interessantíssimo a ser aplicado nos processos que envolvem a equipe de compras de uma empresa. Dessa forma, o relacionamento com os fornecedores melhorará e, ainda, os projetos não apresentarão problemas em relação à compra de insumos. Vale a pena investir, não é mesmo?

Gostou do nosso assunto? Já conhecia a Matriz de Kraljic? Ficou interessado em melhorar a gestão? Então não deixe de procurar sobre o gerenciamento de obras e empreendimentos. Certamente, você gostará desse assunto!

Comentários
Post by IBEC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *