Descubra 3 metodologias de gestão de projetos essenciais

Descubra 3 metodologias de gestão de projetos essenciais

As metodologias de gestão de projetos são padrões relacionados à implantação e ao desenvolvimento de um projeto, possibilitando que as metas planejadas sejam atingidas. Elas podem ser baseadas em passos a serem seguidos e ferramentas que proporcionam suporte, por exemplo, softwares e padrões, como relatórios, controles e formulários.

Existem as metodologias tradicionais e as ágeis, sendo as últimas resultantes do objetivo de suprir as falhas e as carências dos métodos tradicionais, uma vez que são considerados ultrapassados por muitos gestores.

Isso se dá porque, em alguns casos, os métodos tradicionais não se atentam ao atendimento completo das necessidades do cliente e prolongam o processo de execução. Quer saber mais sobre esse assunto? Então, continue a leitura!

Qual a importância das metodologias de gestão de projetos?

O uso de metodologias possibilita que os projetos possam ser concluídos de forma bem-sucedida, alcançando os requisitos solicitados e planejados e, consequentemente, a satisfação do cliente.

A gestão de projetos não se limita apenas às habilidades técnicas que são necessárias para executar determinada tarefa. A gestão dos envolvidos no projeto é tão importante quanto as demais habilidades, pois vai potencializar os conhecimentos e as capacidades para o caminho certo, garantindo a satisfação da equipe e, assim, também a do cliente.

Quais os benefícios do uso das metodologias de gestão?

O uso das metodologias de gestão trazem alguns benefícios interessantes. A seguir, confira os principais.

Gestão mais eficaz

As metodologias proporcionam que a gestão seja feita de forma mais eficaz, obtendo maior controle dos processos e simplificando-os e otimizando-os por meio da centralização de etapas, recursos e prazos.

Equipe mais engajada

Um gerenciamento eficaz proporciona clareza para toda a equipe, que passa a compreender o projeto que faz parte, sua importância e o porquê de realizar determinada tarefa. Quando as pessoas entendem a importância do que estão executando, realizam a ação de forma mais dedicada e, consequentemente, os resultados são positivos. Além disso, as metodologias tendem a facilitar e a otimizar o processo de execução das atividades, colaborando para o bem-estar da equipe.

Cumprimento do cronograma

Além disso, as metodologias possibilitam que o cronograma seja cumprido dentro do planejado, pois o acompanhamento e a verificação contínua proporcionam a minimização dos atrasos, que muitas vezes podem ser até evitados.

Monitoramento dos custos e da lucratividade

As metodologias de gestão também possibilitam o monitoramento da lucratividade, pois os custos são controlados constantemente e em todas as etapas. Isso proporciona que ações sejam tomadas logo após algum gasto inesperado ou quando as despesas são superiores ao programado.

Minimização dos riscos

As metodologias proporcionam uma gestão mais eficiente, e isso repercute na redução de ocorrências não previstas, uma vez que o gestor está constantemente preparado para todas as possíveis situações — tanto positivas quanto negativas. Com isso, quando elas acontecem, o responsável é capaz de aplicar tanto ações preventivas como corretivas.

Tomada de decisões mais ágil e eficiente

Uma gestão eficiente, com uma metodologia corretamente aplicada, possibilita que as ações imediatas sejam tomadas sempre que necessário, reduzindo gastos e otimizando os recursos. Isso é facilmente explicado, pois as metodologias incluem uma etapa de identificação dos possíveis riscos, favorecendo a tomada de decisão por meio da disponibilidade de informações.

Cliente mais satisfeito

Quando um projeto é realizado dentro do prazo combinado, do custo planejado e com as características solicitadas pelo cliente, o resultado é um consumidor satisfeito, que possivelmente recomendará o trabalho para outras pessoas. Além do mais, quando o cliente está satisfeito durante a execução de um projeto, o processo torna-se mais agradável e fácil.

Quais as principais metodologias de gestão de projetos?

Existem diversos tipos de metodologias de gestão de projetos, sendo divididos principalmente em dois grupos: metodologia tradicional e metodologia ágil. Alguns métodos são mais conhecidos e utilizados do que outros, e por isso abaixo estão apresentados os mais comumente empregados. Confira.

1. PMBOK

O PMBOK é classificado como uma metodologia tradicional que apresenta um conjunto de boas práticas para a gestão de projetos. Ele foi elaborado pelo Instituto de Gerenciamento de Projetos, que em inglês recebeu a sigla de PMI. Para ele, o projeto deve ser dividido em cinco partes: início, elaboração do planejamento, execução, monitoramento/controle e encerramento.

Além disso, foi feita uma divisão que engloba aspectos relevantes para que um projeto seja bem-sucedido, não importando o seu tipo. Confira:

  • escopo;
  • recursos;
  • riscos;
  • cronograma;
  • qualidade;
  • custo;
  • comunicação;
  • integração;
  • stakeholders/partes interessadas;
  • aquisições.

O PMBOK é aplicável a qualquer tipo de projeto, sendo mais apropriado para aqueles que apresentem proposta e escopo bem definidos, além de uso de tecnologia para o desenvolvimento do produto. As principais vantagens desse método são as melhorias na comunicação e na otimização de recursos e o maior monitoramento e controle.

2. Scrum

O Scrum é uma metodologia ágil que inicia a partir da criação de uma lista de tudo que será desenvolvido no projeto até sua entrega. Após isso, a lista é dividida em ciclos, que são denominados sprints. Cada ciclo apresenta, em média, duas a quatro semanas de duração e conta com tarefas que devem ser executadas e entregues.

Com isso, a cada entrega de sprint, é possível obter a opinião do cliente e realizar testes parciais, não sendo necessário esperar o término do projeto como um todo para identificar erros e mudanças ou realizar testes. Esse tipo de metodologia é interessante para projetos de inovação e para quando o produto ou a tecnologia não são totalmente dominados.

3. Prince 2

Também é uma metodologia tradicional e é uma sigla para Project in Controlled Enviroment, que pode ser traduzida para o português como projeto em ambiente controlado. O Prince 2 proporciona acompanhamento integral do projeto, que deve ser planejado desde o início até seu encerramento. Engloba etapas de controle, monitoramento e revisão.

É uma metodologia muito comum em organizações, porém apresenta poucas técnicas — não comportando muitas mudanças e biografia em inglês. O Prince 2 é indicado para projetos específicos, com prazos curtos, e apresenta como princípio os seguintes aspectos:

  • o projeto precisa apresentar uma justificativa;
  • os erros e acertos devem servir como aprendizado;
  • os papéis devem ser bem definidos;
  • o projeto deve ser dividido em etapas;
  • o foco deve ser alcançar os resultados;
  • deve-se apresentar flexibilidade para adaptar o Prince 2 ao projeto.

Qual a importância da gestão de projetos para um negócio?

A gestão de projetos possibilita que o trabalho seja concluído dentro da classificação de sucesso que engloba os seguintes aspectos: prazo, custo e qualidade — todos conforme o escopo e o planejamento realizado previamente. Além disso, a satisfação do cliente é essencial para que um projeto seja bem-sucedido.

Para que um planejamento seja seguido de forma eficaz e eficiente, é preciso fazer um acompanhamento contínuo dos prazos, custos, produtividades, entre outros aspectos. Para isso, deve-se contar com metodologias de gestão de projetos apropriadas

Gostou deste texto? Quer se tornar um expert em gestão de projetos? Então, aproveite a visita ao blog para saber mais sobre a área de gestão de projetos.

Comentários
Post by IBEC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *